.

Edição 1



Foto: Jornal Povo

Carnaval 2004- Começo a coluna de hoje enaltecendo o Pará, afinal o Estado é destaque nos principais jornais cariocas esta semana. Quem o representa é a musa Juliana Paes, coroada rainha de bateria da Viradouro, escola que contará em 2004 o enredo “Pediu pra Pará, parou... Com a Viradouro eu vou pro Círio de Nazaré”. Falando de Carnaval, o prefeito César Maia lançou a pedra fundamental da “Cidade do Samba”, que será uma espécie de “parque temático do samba”. O término das obras está previsto para o segundo semestre de 2004. A proposta é proporcionar aos turistas Carnaval o ano inteiro na Cidade Maravilhosa.

Foto: site MNG

O Oriente está próximo- Após a onda de tatuagens com kanjis, a tradicional escrita japonesa, as vitrines se enchem de quimonos. A filial carioca da rede espanhola MNG exibe nas vitrines de Ipanema um belo quimono, sob a bagatela de 235 reais. Eis a dica para quem está se movimentando para organizar uma festa e ainda não decidiu que modelito usar. Após conferir a foto da peça, você decide se está caro ou não, pois esta idéia de caro ou barato, principalmente na cabeça das mulheres, é subjetiva.

Foto: site MNG

Louis Vuitton contra-ataca- Ter uma bolsa “Louis Vuitton” em terras cariocas passou a ser coisa, digamos, de gente comum, afinal um camelô por esquina passou a oferecer réplicas da famosa marca francesa. No entanto, os camelôs espertos, par excellence, não deixam por menos: a réplica mais barata custa 180 reais. A griffe não fechou os olhos para as imitações e prepara a inauguração de sua mais nova loja na rua Garcia d’Ávila, endereço mais chique do Rio, que reúne H. Stern, Mont Blanc e Cartier. A loja nova fica em frente à antiga, afinal os chiques já têm gravado em suas mentes cheias de informações o top endereço.
Na mesma Garcia d’Ávila, funciona um simpático café, Alessandro e Frederico, com suas mesinhas na calçada lotadas, a partir de agora, em virtude da chegada do verão. Conseguir uma mesa neste domingo por volta das 11h da manhã era tarefa difícil.

Quem disse que não temos memória?- A centenária Confeitaria Colombo vai inaugurar uma filial no Forte de Copacabana, passeio imperdível para quem vier ao Rio nas férias. Cá entre nós, apesar da novidade, continuo gostando, ou melhor, amando a filial de Ipanema, que funciona dentro de uma livraria, ambiente bem intimista, onde aproveitei para comemorar meu aniversário.
E já que o assunto é confeitaria, vem aí o método Emagracimente, tema do qual falarei na próxima semana.

 

 

Leia também as outras edições

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120